vsports

Publicidade

Taça de Portugal: Benfica vence em Vizela e encontra Sporting nas meias-finais

8 de Fevereiro, 2024 por redacção

Vizela e Benfica defrontaram-se em jogo a contar para os quartos de final da Taça de Portugal, com a equipa lisboeta a sair do norte com o triunfo por 2-1.

Ambos os treinadores optaram por algumas alterações nos onzes com Rubén de la Barrera a fazer quatro mudanças em relação à derrota caseira ante o Vitória SC (0-1): entraram Ruberto, Anderson, Matheus Pereira e Alberto Soro. Saíram Buntic, Rodrigo Escoval, Lebedenko e Diogo Nascimento. Do lado encarnado, Roger Schmidt fez voltar João Mário ao onze, Aursnes regressou à lateral-direita e Morato deu o seu lugar a Álvaro Carreras, que se estreou como titular.

A partida começou com o Benfica por cima e logo aos 4′ Rafa apareceu na cara de Ruberto, mas finalizou ao lado. Depois aos 13′ Kokcu disparou para defesa apertada de Ruberto e aos 16′ Domingos Quina respondeu com o primeiro remate perigoso do Vizela. Primeiros 20 minutos com muito espaço para ambas as equipas, com o lado esquerdo do ataque de um lado e de outro a serem privilegiados no momento ofensivo. E foi mesmo pelo lado canhoto que Rafa arrancou aos 34′ e assistiu Arthur Cabral que em plena área vizelense, atirou colocado e abriu o marcador para os encarnados. O Vizela pouco ou nada fez para responder à vantagem adversária e o intervalo chegou com o golo de Arthur Cabral a fazer a diferença.

Segunda metade trouxe uma toada mais lenta, com o Benfica com mais bola, a tentar chegar ao segundo golo que Arthur falhou por alguns centímetros aos 48′ chegando atrasado a um cruzamento de Aursnes. O Vizela continuava a ter dificuldades para ter bola e a baliza de Trubin estava distante nos primeiros minutos da etapa complementar. O primeiro quarto de hora da segunda parte aconteceu sem qualquer ação digna de emoção, mas aos 65′ os corações voltaram a bater mais rápido, neste caso o dos adeptos do Benfica, quando Aurnses cruzou na direita e a bola chegou a João Mário. No remate a bola ainda bateu no poste, mas entrou nas redes vizelenses. Mas nada estava decidido porque aos 68′ Petrov aproveitou da melhor forma um remate de Diogo Nascimento e de forma oportuna desviou para dentro da baliza de Trubin. Estava relançada a partida.

O Benfica que parecia ter tirado o pé do acelerador, voltou a ter de aumentar a rotação e aos 76′ Di Maria descobriu o recém-entrado Morato ao segundo poste, mas o desvio do central adaptado a lateral, saiu ao lado. O Vizela dava sinais de acreditar no empate, Lokilo aos 81′ conseguiu espaço na área do Benfica, mas disparou torto. Quem disparou de forma certeira foi Di María aos 90′ com Ruberto a responder com uma enorme intervenção. No último lance do jogo, canto de Samu que Jardel desvia de cabeça ao segundo poste, Trubin afasta a soco e acaba por sofrer falta ofensiva de Matheus Pereira, que tentava a recarga. O final da partida chegou com o Benfica a garantir o triunfo e marcando encontro com o Sporting nas meias-finais da Taça de Portugal.

PARTILHAR: